Notável aumento dos atrasos nos pagamentos causados pela recessão decorrente da pandemia

O Barómetro de Práticas de Pagamento mostra como o Covid-19 começou a afetar os negócios na América do Norte.

A liquidez dos negócios diminui à medida que a América do Norte sente o efeito do Covid-19. O mais recente Barómetro de Práticas de Pagamento lançado pela Crédito y Caución revela um aumento massivo de incumprimentos em toda a região composta pelos Estados Unidos, México e Canadá. Os resultados do estudo de 2020 revelam fluxos de caixa em risco e uma maior dependência do financiamento bancário, enquanto as empresas enfrentam as medidas de contenção motivadas pelo Covid-19.

Quarenta e três por cento do valor total das faturas emitidas na região não foram pagos na data de vencimento, um forte aumento em relação aos 25% registados em 2019. O valor das faturas com mais de 90 dias de atraso duplicou. Além disso, 4% do valor total das faturas pendentes são considerados não pagas.

As empresas dos Estados Unidos registaram um aumento de 72% em relação ao ano anterior. Por setor, a indústria de papel mexicana atingiu uma taxa de 8% de faturas pendentes e incobráveis. No Canadá, 40% do valor total das faturas dos setores agroalimentar e químico são afetados por atrasos de pagamento.

Com os três países agora em recessão, as perspetivas são sombrias. No entanto, a maioria das empresas que participaram do estudo espera crescimentos nos próximos meses. Esse otimismo baseia-se na crença de que os bancos continuarão a fornecer crédito e a amortecer os efeitos da baixa liquidez. Além disso, a maioria das empresas planeia reforçar os seus procedimentos de controlo de crédito. Isso envolverá a terciarização da gestão de risco, como a contratação de seguros de crédito, juntamente com técnicas internas destinadas a reduzir as concentrações de risco e o aumento dos recursos para cobrança de dívidas.

Andreas Tesch, Chief Market Officer da Atradius, salientou: "Os estudos anuais sobre o comportamento e o sentimento empresarial podem fornecer uma excelente visão da resiliência económica de uma região. O Barómetro de Práticas de Pagamento para 2020 para os Estados Unidos, México e Canadá oferece os dois lados de uma história particularmente reveladora. Por um lado, encontramos o aumento dramático dos pagamentos em atraso e os sinais inegáveis de que a região entrou em recessão. Por outro lado, o otimismo por um futuro melhor, apesar dos dados atuais serem sombrios.  É claro que ambos dependem do desenvolvimento da crise do Covid-19 e da eficácia da região para reverter os seus efeitos negativos". 

Crédito y Caución 8 de Julho de 2020